Como processar por danos morais

Procurando maiores informações sobre como processar por danos morais? Então veja aqui algumas informações que selecionamos para você!

Para poder processar por danos morais, não basta ter passado por um incidente. A pessoa precisa provar que foi lesada ou exposta a qualquer tipo de situação constrangedora, vexatória e inconveniente.

Um bom exemplo é o seu nome estar cadastrado no SPC injustamente e, por causa disso, você não conseguir fazer um crediário, ou qualquer outra compra que precise uma aprovação de crédito.

                       

Se o caso tiver ligação com a relação de consumo, o cidadão pode encontrar com a ação em qualquer comarca. Caso contrário, ele precisa escolher a comarca de domicílio do réu a ser acusado e julgado pelo dano moral.

Como processar por danos morais e qual valor solicitar

Malhete de juiz

Para realizar o processo por danos morais é importante que você tenha provas e também testemunhas de que o dano realmente ocorreu, caso contrário, será praticamente impossível vencer o caso.

Além disso, é importante que você tenha um advogado especializado na área civil ou trabalhista, lembrando que o trabalhista deverá ser acionado caso o dano moral tenha ocorrido dentro de seu emprego.

A pessoa que se sentiu lesada, poderá pedir o quanto de indenização que ela quiser, mas dentro de uma coerência analisada e explicada por um advogado ou juiz, é claro. O cálculo do valor, geralmente, é feito com base em casos anteriores. Mas também há muitos juristas que preferem deixá-lo em aberto.

Porcentagem do advogado

Balança da justiça

Vale lembrar que o cliente precisa fazer uma negociação com seu advogado para ver com quantos por cento do valor ele vai ficar. A maioria dos profissionais pede algo em torno de 10 a 20%. Porém, se a ação for descabida, o advogado deve orientar seu cliente a não entrar com o processo.

Há vários casos onde a pessoa pode processar por danos morais. Em alguns, a chance de vitória é de quase 100%. Mesmo assim, devemos lembrar que a justiça brasileira é lenta, já que são milhares e milhares de processos em andamento.

Portanto, é preciso ter paciência e, às vezes, esperar anos para ver a conclusão do caso. Para obter maiores informações sobre o processo e seu andamento, é importante manter uma conversa periódica com seu advogado para que o mesmo possa sempre estar sobrando da justiça o andamento do caso.

Nenhum voto, seja o primeiro



Nathalia
12/07/10


Mais informações por email.

Deixe uma resposta

Para comentar você precisa realizar seu login com o Facebook