Principais motivos das irregularidades menstruais

Vários fatores podem ocasionar irregularidades menstruais, como gravidez, endometriose, dismenorreia, ou outro probleminha de saúde.

Mulher com cólica

As irregularidades menstruais costumam ser bastante freqüentes nas mulheres, principalmente nos primeiros anos, quando o corpo ainda está se adaptando a esta nova fase. A menstruação faz parte da agenda fisiológica das mulheres e as acompanham por vários anos, desde a puberdade até a menopausa.

O ciclo normal acontece entre 21 e 25 dias, com duração do fluxo de 2 a 7 dias, mas durante o mesmo freqüentemente ocorrem distúrbios menstruais, os quais são motivo de grande preocupação entre as mulheres.

Um desses distúrbios é o sangramento uterino anormal, uma das principais queixas das mulheres de todas as idades nos consultórios ginecológicos, podendo ser caracterizado pelo aumento da quantidade, freqüência ou duração do ciclo menstrual.

As irregularidades menstruais podem ser ocasionadas por diversos motivos, veja abaixo os principais deles:

Dismenorréia

A dismenorréia nada mais é do que aquela terrível cólica menstrual muito comum entre jovens e adolescentes, a qual acomete 50% das mulheres em idade fértil. Ela pode ser classificada como primária ou segundária.

A dismenorréia primária é aquela que atinge as mulheres logo após a primeira menstruação e pode parar ou reduzir significativamente após os 20 anos ou somente após a gravidez. Já a secundária, pode ser ocasionada por alterações no sistema reprodutivo: miomas uterinos, endometriose, anormalidades na anatomia do útero ou da vagina ou pode ser causada por uso de DIU (Dispositivo Intrauterino) como método anticoncepcional.

Endometriose

A endometriose é caracterizada pela presença do endométrio fora do útero, o qual pode se localizar em qualquer parte do abdômen. Mulheres com esta patologia tem um pequeno sangramento no local onde o endométrio está instalado, já que o organismo não consegue eliminar este sangue armazenado, surge a endometriose.

Fibrose uterina

A fibrose uterina é caracterizada pela presença de tumores não-cancerígenos formados por tecido muscular e conjuntivo dentro da parede uterina, o qual é o tipo de tumor mais comum em mulheres em idade fértil. Mulheres que sofrem com esse problema, em geral, não possuem dificuldade para engravidar, mas algumas delas podem necessitar de tratamento.

Publicado por Lucimara
Revisado em 05/09/2017

Compartilhar

Comentar com Facebook

Receba novidades

Comentar